ECC – Neurociência + Hipnoterapia

Idealizado e desenvolvido por Kátia Jacopeti, pós-graduada em Neurociência pela PUCRS e Hipnoterapeuta formada pela Omni, o ECC - é um tratamento inovador com base neurocientífica, Hipnoterapia e técnicas de Neurociências Comportamental, aprovado por TCC pela PUC.

Formado pelo triangulo Emoção, Cérebro e Comportamento, o ECC-  trata a causa emocional e o comportamento associado à essa causa, corrigindo a estrutura e entendimento das emoções associadas, para que dessa forma o cérebro possa estabelecer novas conexões e padrões químicos, deixando de apresentar os sintomas relacionados a causa do problema.

Emoções alteram os circuitos cerebrais, os circuitos cerebrais alteram o comportamento e o comportamento altera as emoções.

O que é Hipnoterapia?

É um processo terapêutico que utiliza a hipnose para tratamentos, acessando diretamente o subconsciente e atingindo a causa emocional do problema do paciente.  O tratamento vai ressignificar e permitir que os neurotransmissores se reorganizem para que o corpo responda de forma diferente às emoções ou lembranças, alterando assim, o comportamento.

O que é a Hipnose?

É um estado de consciência que envolve a atenção focada e consciência reduzida.

A hipnose é reconhecida, nos dias de hoje, como uma ferramenta terapêutica.

O transe hipnótico é um estado natural da mente e acontece o tempo todo, como por exemplo quando a pessoa está dirigindo seu carro, faz o percurso no automático e não percebe o caminho percorrido. Isto é um é um estado hipnótico. Ou quando ao assistir a um filme, a emoção toma conta e a pessoa chora e se envolve com o personagem, mesmo tendo noção que aquilo não é a realidade, é somente um filme. Mas, é importante salientar que esse estado é uma ferramenta no processo que pode levar a cura de várias doenças.

img-ecc-001.png

UNODEP

Técnicas de Neurociência Comportamental

Estudos de Epgenética nos apontam que o comportamento e ambiente são capazes de alterar a nossa genética e modular nossos neurotransmissores!

Após a primeira sessão de Hipnoterapia identificamos todos os padrões de comportamento associados a causa do problema, montamos um plano de ação personalizado e com acompanhamento diário o paciente terá todo o suporte necessário para alterar os padrões comportamentais.

O cérebro necessita de em média 21 dias para mudar esses padrões, por isso, o tratamento é realizado por 30 dias.

Quando o ECC é indicado?

  • Transtornos mentais e comportamentais;

  • Depressão;

  • Ansiedade;

  • Toc;

  • Vícios;

  • Obesidade;

  • Síndrome do Intestino Irritável;

  • Traumas;

  • Gagueira;

  • Transtornos Sexuais (disfunção erétil, falta de libido, impotência);

  • Mudanças de padrões comportamentais;

  • Crenças limitantes;

  • Qualquer doença psicossomática.

Como o ECC funciona?

Diferente das terapias tradicionais, o ECC não trata apenas os sintomas, trata a causa do problema!

A neurociência já provou que somos seres emocionais, que nossas emoções afetam física e biologicamente nosso corpo, estabelecendo padrões de comportamento que são capazes de nos adoecer ou nos curar, dependendo de como lidamos com essas emoções.


O ECC uni duas técnicas, Hipnoterapia Clinica e técnicas de Neurociência Comportamental para tratar doenças físicas, mentais e desvios comportamentais.

Como é feito o tratamento?

Após avaliação, agendamos a primeira sessão de Hipnoterapia (por vídeo chamada) e iniciamos o acompanhamento diário por telefone.

Dentro do período de tratamento, serão realizadas uma ou mais sessões de Hipnoterapia, a avaliação da necessidade será realizada pela terapeuta.

Durante 30 dias o paciente recebe todo o apoio e orientações necessárias de forma personalizada, para mudança comportamental.
Esse tratamento é realizado online, dessa forma pessoas do mundo todo podem ter acesso.

Assista ao vídeo com a terapeuta Kátia Jacopeti.

ECC

O que é possível tratar?

O ECC é um conjunto de técnicas de neurociência que promovem mudanças de padrões fisiológicos, emocionais, de pensamentos e comportamentos. Baseado no tripé emoções-cérebro-comportamento.

Quais os distúrbios ou doenças podem ser tratados por esse método inovador? 

img-depressao-01.jpg

Depressão

Transtorno mental que afeta física e psicologicamente o paciente, causando diversos sintomas como insônia ou sono exagerado, problemas com relacionamentos, alteração no apetite, dores no corpo, cansaço, despersonalização entre outros.

img-sindrome-01.jpg

Síndrome do Intestino Irritável

É uma disfunção da motilidade dos intestinos. A síndrome do intestino irritável é provocada por um distúrbio na ligação do eixo intestino-cérebro, ampliando o envio de respostas químicas emocionais no intestino (depressão e ansiedade). Os principais sintomas são diarreia/intestino preso, dores no corpo, perda ou ganho de peso, alteração no sono, irritabilidade, alergias e intolerâncias alimentares. 

img-ansiedade-01.jpg

Ansiedade

Distúrbio de saúde mental caracterizado por sentimentos de preocupação, medo que são fortes o bastante para interferir nas atividades diárias.
Os sintomas incluem palpitação, sensação de falta de ar, dores no corpo, síndrome do pânico, medo excessivo, entre outros.

img-relacionamentos.jpg

Problemas com relacionamentos.

Somos seres sociais, isso significa que nosso cérebro necessita da interação social para se sentir feliz e saudável. Porém essa é uma das tarefas mais difícil para ele. Resolver problemas com relacionamentos passa por várias etapas que incluem ressignificar memórias, autoconhecimento e mudança nos padrões de comportamento.

img-foco-01.jpg

Foco e Concentração

A concentração se refere ao esforço mental que a pessoa direciona para realizar uma determinada atividade. Tanto a capacidade de atenção, ou seja, o foco, quanto a concentração podem variar por uma série de razões. A dificuldade em manter foco e concentração está, geralmente, relacionado a fatores emocionais.

img-abusos-01.jpg

Abuso

Abuso é um uso indevido de poder com a intenção de prejudicar ou controlar outra pessoa. Os maus-tratos podem ser físicos, verbais ou emocionais. Todos os tipos de abuso podem causar dor e sofrimento psicológico.
Podem deixar feridas psicológicas que são mais difíceis de curar do que lesões corporais.

img-crencas-01.jpg

Crenças Limitantes

Uma crença limitante é um estado de espírito, convicção ou crença que a pessoa pensa ser verdade que o limita de alguma forma. Essa crença limitante pode ser sobre você, suas interações com outras pessoas ou com o mundo e como ele funciona. Limitar as crenças pode ter vários efeitos negativos sobre o indivíduo.

img-psicossomaticas-01.jpg

Doenças Psicossomáticas

Nosso cérebro é responsável por gerenciar todas as atividades do nosso corpo, comprovadamente ele é afetado o tempo todo por nossas emoções, passadas e presente. Doenças psicossomáticas são respostas fisiológicas a questões emocionais não tratadas. Alguns exemplos são: alergias, problemas intestinais funcionais, estresses, ansiedade, depressão, psoríase, artrite, inflamações recorrentes, imunidade baixa, entre outras.

img-traumas-01.jpg

Traumas

O trauma é uma resposta química/emocional a um acontecimento. O trauma é capaz de modular o cérebro e alterar o comportamento do paciente. Imediatamente após o evento, choque e negação são típicos. As reações de longo prazo incluem emoções imprevisíveis, flashbacks, relacionamentos tensos e até mesmo sintomas físicos como dores de cabeça, náuseas, ansiedade, crises de pânico e depressão.

bg-hipno-faq.jpg

Hipnoterapia Clinica

 

É um tratamento terapêutico que utiliza o relaxamento físico e mental para acessar o subconsciente e ressignificar causas emocionais que levaram o paciente a processos de doenças físicas e psicológicas.

Perguntas frequentes  >>

O que posso tratar com a Hipnoterapia?
Depressão, ansiedade, estresse, traumas, vícios, problemas emocionais e de relacionamentos, comportamentais e todas as doenças psicossomáticas.

Eu ficarei acordado durante o processo?

Sim, o paciente fica acordado durante todo o processo, conversando e consciente.

Vou contar meus segredos durante a terapia?

O paciente estará consciente, portanto, apenas irá fala o que quiser e quando quiser.

É possível ficar “preso” na Hipnose?

Não, a hipnose é parte a parte da terapia que leva o paciente a ter o relaxamento mental necessário para que possa acessar facilmente memórias no subconsciente.

O terapeuta pode controlar a mente do paciente?

Não, o Hipnoterapeuta é um guia, o subconsciente só aceita sugestões que fazem sentido para ele, e a proteção da integridade física e mental é a prioridade da mente humana.

Quanto tempo dura a sessão?

Geralmente de 2h á 4h, cada sessão.